Anos Noventa

by pombos.jpg

supported by
/
  • Streaming + Download

    Includes unlimited streaming via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.

      €1 EUR  or more

     

about

"This song was recorded during the fall of 2012, the music in Berlin and the vocals in Lisbon. It is the second single from our up-coming EP. The poem was written sometime before."

lyrics

Quanto tempo falta para serem horas de sair?
Noutro dia estava doente nem saí de casa
Fiquei a ver televisão e a olhar para a parede
Não tinha sono e o tempo passava mesmo devagar
Vamos ter com os outros amigos ao meio do monte
Lá cheira tão bem, parece sempre primavera
Arranja-me um cigarro para eu fumar ao pé delas
Pode ser que olhem para mim assim
E vejam que nem todos os personagens principais são heróis
Alguns são só uns ténis e umas calças de ganga
Nem sequer uma motorizada.
Consegui subir uma parede de tijolos tão alta
Deviam-me ter visto, parecia que voava
Acabei por esfolar o joelho quando desci, não faz mal.
Em minha casa há sempre jantar como deve ser
Como a correr para me fechar no quarto
Às vezes a ler, outras sozinho pela noite dentro.
Nunca vi o futuro, não sei se devo ter medo
Mas não importa, vamos ser todos tão felizes
Ninguém vai acabar metido na droga, ou com sida
E eu vou arranjar uma namorada como as gajas dos filmes
Vocês vão ver,
Vai ser um espectáculo.

credits

released August 2, 2013
Manuel Robim sings and Diogo Correia does the electronics. These lyrics were written by Diogo, as well as the music, the vocal melodies were composed by Manuel.

tags

license

all rights reserved

about

AVNL Records Portugal

contact / help

Contact AVNL Records

Streaming and
Download help

Redeem code